quarta-feira, 12 de outubro de 2011

Profissão perpétua, ato jurídico e religioso


Ao enviar o convite para Celebração Eucarística na qual farei minha Profissão perpétua, alguns me questionaram acerca da natureza deste ato. Assim, nasceu esta pequena e singela visão sobre este assunto.
Aproveito o espaço e ocasião para divulgar para os nossos visitantes o Convite da minha Profissão Perpétua, esperançoso de que poderei contar com suas orações e preces.
Um abraço!

Por: Ir. Thiago Cristino, FMI
Religioso pavoniano

A profissão religiosa é um ato público, baseado na liberdade e vontade dos candidatos, pelo qual são assumidos na vida os três conselhos evangélicos de Castidade, Pobreza e Obediência; consagram-se a Deus pelo ministério da Igreja e são incorporados aos seus Institutos com os direitos e deveres estabelecidos pelo direito (universal e próprio).
A própria Igreja recebe os votos dos que vão professar; pede para que eles, em sua oração pública, o auxílio e a graça de Deus, recomenda-os a Deus e lhes dá a bênção espiritual, associando sua oblação ao Sacrifício eucarístico[1].
Assim, a profissão perpétua abrange dois aspectos, um jurídico e outro religioso propriamente dito.

Ato jurídico:

a)   Pela fórmula da profissão perpétua, o religioso é igualado em direitos e deveres aos demais religiosos do Instituto, de acordo com o direito próprio;[2]
b)   Qualquer coisa que o religioso adquire por própria indústria ou em vista do instituto, adquire para o Instituto, de acordo com o direito próprio;[3] (Voto de Pobreza)
c)   Sem a licença do Superior, o religioso não aceite encargos e ofícios fora do Instituto, de acordo com o direito próprio;[4] (Voto de Obediência)
d)   Livremente observa a continência perfeita e perpétua por causa do Reino dos céus, por isso o religioso assume na sua vida o celibato, dom de Deus, para unir-se mais a Cristo de coração indiviso e dedicar-se mais ao serviço de Deus e dos homens;[5] (Voto de Castidade)


Ato religioso:


Através da profissão o religioso não oferece apenas coisas ou ações, mas pela profissão perpétua se entrega a si mesmo para sempre ao serviço de Deus e da Igreja. Totalmente conquistado por Cristo (cf. Fl 3, 12), ele decide consagra-se inteiramente a Deus, isto é, entrega todo o seu Ser e o seu ser Todo a Deus, Criador e Salvador, dedicando a vida no serviço às crianças, jovens e surdos mais pobres (conforme os destinatários da missão dos religiosos pavonianos)[6].
Pelos votos religiosos, muitos fiéis, chamados por Deus se consagram ao Senhor e ao bem da humanidade e se esforçam por seguir mais de perto a Jesus Cristo[7], observando os conselhos evangélicos de Castidade, Pobreza e Obediência. Com isso, a graça do batismo produz neles frutos mais abundantes[8]. Haja vista que essa Consagração exprime mais plenamente a Consagração batismal[9].


Contudo, não se trata de obervar tal Consagração de maneira simplória e assim extinguir todo o seu significado e sua eficácia na vida daquele/a que assume mais esta missão por vocação bem como na vida da Igreja. Mas, antes, vale a pena ressaltar o seu caráter divino e de Sua ação no mundo apartir da liberdade do homem e da mulher que aceitam voluntariamente estes compromissos  não como pesados encargos, mas contando com a graça de Deus e por movidos única e exclusivamente por amor abraçam este estilo de vida para serem sinais credíveis e visíveis de Deus e discípulos de Cristo no mundo[10], sempre em vista da Felicidade dos outros e da sua própria.



[1] Cf. Concílio Vaticano II, Constituição Dogmática sobre a Igreja Lumen Gentium, n.45.
[2] Código do Direito Canônico, cân. 654.
[3] Código do Direito Canônico, cân. 668, § 3.
[4] Código do Direito Canônico, cân. 671.
[5] Código do Direito Canônico, cân. 277, 279 §2,  285-287 e 289.
[6] Congregação Religiosa dos Filhos de Maria Imaculada, Regra de Vida, nn. 31 e 33.
[7] Congregação Religiosa dos Filhos de Maria Imaculada, Regra de Vida, nn. 25-27.
[8] Cf. Concílio Vaticano II, Constituição Dogmática sobre a Igreja Lumen Gentium, n. 44.
[9] Cf. Concílio Vaticano II, Decreto sobre a revovação da Vida Religiosa Consagrada, Perfectae Caritatis, n. 5, §1.
[10] Congregação Religiosa dos Filhos de Maria Imaculada, Regra de Vida, n. 32.



Nenhum comentário:

Postar um comentário

Oração Vocacional Pavoniana

Oração Vocacional Pavoniana
Divino Mestre Jesus, ao anunciar o Reino do Pai escolheste discípulos e missionários dispostos a seguir-te em tudo; quiseste que ficassem contigo numa prolongada vivência do “espírito de família” a fim de prepará-los para serem tuas testemunhas e enviá-los a proclamar o Evangelho. Continua a falar ao coração de muitos e concede a quantos aceitaram teu chamado que, animados pelo teu Espírito, respondam com alegria e ofereçam sem reservas a própria vida em favor das crianças, dos surdos e dos jovens mais necessitados, a exemplo do beato Pe. Pavoni. Isto te pedimos confiantes pela intercessão de Maria Imaculada, Mãe e Rainha da nossa Congregação. Amém!

SERVIÇO DE ANIMAÇÃO VOCACIONAL - FMI - "Vem e Segue-Me" é Jesus que chama!

  • Aspirantado "Nossa Senhora do Bom Conselho": Rua Pe. Pavoni, 294 - Bairro Rosário . CEP 38701-002 Patos de Minas / MG . Tel.: (34) 3822.3890. Orientador dos Aspirantes – Pe. Célio Alex, FMI - Colaborador: Ir. Quelion Rosa, FMI.
  • Aspirantado "Pe. Antônio Federici": Q 21, Casas 71/73 . Setor Leste. CEP 72460-210 - Gama / DF . Telefax: (61) 3385.6786. Orientador dos Aspirantes - Ir. José Roberto, FMI.
  • Comunidade Religiosa "Nossa Senhora do Bom Conselho": SGAN Av. W5 909, Módulo "B" - Asa Norte. CEP 70790-090 - Brasília/DF. Tel.: (61) 3349.9944. Pastoral Vocacional: Ir. Thiago Cristino, FMI.
  • Comunidade Religiosa da Basílica de Santo Antônio: Av. Santo Antônio, 2.030 - Bairro Santo Antônio. CEP 29025-000 - Vitória/ES. Tel.: (27) 3223.3083 (Comunidade Religiosa Pavoniana) / (27) 3223.2160 / 3322.0703 (Basílica de Santo Antônio) . Reitor da Basílica: Pe. Roberto Camillato, FMI.
  • Comunidade Religiosa da Paróquia São Sebastião: Área Especial 02, praça 02 - Setor Leste. CEP 72460-000 - Gama/DF. Tel.: (61) 34841500 . Fax: (61) 3037.6678. Pároco: Pe. Natal Battezzi, FMI. Pastoral Vocacional: Pe. José Santos Xavier, FMI.
  • Juniorado "Ir. Miguel Pagani": Rua Dias Toledo, 99 - Bairro Vila Paris. CEP 30380-670 - Belo Horizonte / MG. Tel.: (31) 3296.2648. Orientador dos Junioristas - Pe. Claudinei Ramos Pereira, FMI. ***EPAV - Equipe Provincial de Animação Vocacional - Contatos: Ir. Antônio Carlos, Pe. Célio Alex e Pe. Claudinei Pereira, p/ e-mail: vocacional@pavonianos.org.br
  • Noviciado "Maria Imaculada": Rua Bento Gonçalves, 1375 - Bairro Centro. CEP 93001-970 - São Leopoldo / RS . Caixa Postal: 172. Tel.: (51) 3037.1087. Mestre de Noviços - Pe. Renzo Flório, FMI. Pastoral Vocacional: Ir. Johnson Farias e Ir. Bruno, FMI.
  • Seminário "Bom Pastor" (Aspirantado e Postulantado): Rua Monsenhor José Paulino, 371 - Bairro Centro. CEP 37550-000 - Pouso Alegre / MG . Caixa Postal: 217. Tel: (35) 3425.1196 . Orientador do Seminário - Ir. César Thiago do Carmo Alves, FMI.

Associação das Obras Pavonianas de Assistência: servindo as crianças, os surdos e os jovens!

  • Centro Comunitário "Ludovico Pavoni": Rua Barão de Castro Lima, 478 - Bairro: Real Parque - Morumbi. CEP 05685-040. Tel.: (11) 3758.4112 / 3758.9060.
  • Centro de Apoio e Integração dos Surdos (CAIS) - Rua Pe. Pavoni, 294 - Bairro Rosário . CEP 38701-002 Patos de Minas / MG . Tel.: (34) 3822.3890. Coordenador: Luís Vicente Caixeta
  • Centro de Formação Profissional: Av. Santo Antônio, 1746. CEP 29025-000 - Vitória/ES. Tel.: (27) 3233.9170. Telefax: (27) 3322.5174. Coordenadora: Sra. Rosilene, Leiga Associada da Família Pavoniana
  • Centro Educacional da Audição e Linguagem Ludovico Pavoni (CEAL-LP) SGAN Av. W5 909, Módulo "B" - Asa Norte. CEP 70790-090 - Brasília/DF. Tel.: (61) 3349.9944 . Diretor: Pe. José Rinaldi, FMI
  • Centro Medianeira: Rua Florêncio Câmara, 409 - Centro. CEP 93010-220 - São Leopoldo/RS. Caixa Postal: 172. Tel.: (51) 3037.2797 / 3589.6874. Diretor: Pe. Renzo Flório, FMI
  • Colégio São José: Praça Dom Otávio, 270 - Centro. CEP 37550-000 - Pouso Alegre/MG - Caixa Postal: 149. Tel.: (35) 3423.5588 / 3423.8603 / 34238562. Fax: (35) 3422.1054. Cursinho Positivo: (35) 3423. 5229. Diretor: Prof. Giovani, Leigo Associado da Família Pavoniana
  • Escola Gráfica Profissional "Delfim Moreira" Rua Monsenhor José Paulino, 371 - Bairro Centro. CEP 37550-000 - Pouso Alegre / MG . Caixa Postal: 217. Tel: (35) 3425.1196 . Diretor: Pe. Nelson Ned de Paula e Silva, FMI.
  • Obra Social "Ludovico Pavoni" - Quadra 21, Lotes 71/72 - Gama Leste/DF. CEP 72460-210. Tel.: (61) 3385.6786. Coordenador: Sra. Sueli
  • Obra Social "Ludovico Pavoni": Rua Monsenhor Umbelino, 424 - Centro. CEP 37110-000 - Elói Mendes/MG. Telefax: (35) 3264.1256 . Coordenadora: Sra. Andréia Mendes, Leiga Associada da Família Pavoniana.
  • Obra Social “Padre Agnaldo” e Pólo Educativo “Pe. Pavoni”: Rua Dias Toledo, 99 - Vila Paris. CEP 30380-670 – Belo Horizonte/MG. Tels.: (31) 3344.1800 - 3297.4962 - 0800.7270487 - Fax: (31) 3344.2373. Diretor: Pe. André Callegari, FMI.

Total de visualizações de página

Vídeos Pavonianos

Loading...

Quem sou eu?

Minha foto
Bréscia, Italy
Sou fundador da Congregação Religiosa dos Filhos de Maria Imaculada, conhecida popularmente como RELIGIOSOS PAVONIANOS. Nasci na Itália no dia 11 de setembro de 1784 numa cidade chamada Bréscia. Senti o chamado de Deus para ir ao encontro das crianças e jovens que, por ocasião da guerra, ficaram órfãos, espalhados pelas ruas com fome, frio e sem ter o que fazer... e o pior, sem nenhuma perspectiva de futuro. Então decidi ajudá-los. Chamei-os para o meu Oratório (um lugar onde nos reuníamos para rezar e brincar) e depois ensinei-os a arte da marcenaria, serralheria, tipografia (fabricar livros), escultura, pintura... e muitas outras coisas. Graças a Deus tudo se encaminhou bem, pois Ele caminhava comigo, conforme prometera. Depois chamei colaboradores para dar continuidade àquilo que havia iniciado. Bem, como você pode perceber a minha história é bem longa... Se você também quer me ajudar entre em contato. Os meus amigos PAVONIANOS estarão de portas abertas para recebê-lo em nossa FAMÍLIA.